Depois de 60 dias, PRF libera tráfego de carretas cegonha pela Br-364 no sentido Acre

Concessionárias de Rio Branco, no Acre, passaram mais de dois meses sem receber veículos novos por influência direta da enchente do Rio Madeira. Depois de semanas parados no pátio de uma transportadora em Porto Velho, dezenas de carros começaram a ser transportados em carretas tipo cegonha para o Acre pela BR-364.

br 364 atoleiroDurante a cheia, segundo a PRF, a passagem desse tipo de veiículo era impossível, devido à altura da lâmina de água sobre a pista. “Liberamos ontem o tráfego das cegonhas pela BR em direção ao Acre depois que conseguimos reverter a situação em um atoleiro no km 880. Podemos dizer que o tráfego está praticamente normalizado se levarmos em conta os dois trechos onde existem trechos ruins e a demora na travessia da balsa do Abunã”, disse o inspetor João Bosco Ribeiro, da PRF.

No pátio da transportadora, o total de carros chegou a trezentas unidades aguardando transporte para o Acre.

Fonte: RONDONIAGORA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *