Publicado em 21 de Fevereiro de 2018

Como ser um bom escritor de textos

É muito comum as pessoas se queixarem de que escrever é muito difícil e que não conseguem “colocar no papel” as ideias, embora saibam o que querem dizer. Sim, é bem verdade que falar é mais fácil que escrever, pois a fala não exige de nós o reparo, a técnica e a organização tão necessários à escrita. Mas, também é verdade que escrever não é um bicho papão e com um pouco de prática é possível, sim, ser um bom escritor.

As técnicas para que um bom texto saia do plano das ideias são a parte mais fácil do ato de escrever. Saber a paragrafação, o momento de usar os argumentos, os contra-argumentos, o número de linhas ou a concordância nominal são tarefas mais fáceis que saber quais argumentos usar ou que dados estatísticos ou não podem convencer o leitor do seu argumento.

Isso significa que um bom texto tem forma e conteúdo e um não pode prescindir do outro, porém, de nada adianta saber toda a parte técnica, estrutural e formal se não sabemos o que escrever para preencher essa estrutura. Mas, como saber? Simples: através da leitura. Nenhum conhecimento se expande se cada um não buscar, por si, fortalecê-lo através da leitura. É com a leitura de textos diversos que podemos escrever sobre assuntos diversos e tratá-los com tamanha intimidade que discorrer sobre eles torna-se ato corriqueiro.

Também é pela leitura que nos portariamos a conhecer melhor a norma culta, as regras gramaticais e as construções linguísticas necessárias para que um bom texto seja escrito. Desse modo, é preciso reconhecer que é muito mais através da leitura de textos diversos que nos tornamos escritores eficazes, que pelas técnicas de escrita e treino de gêneros textuais.

Assim, quando questionado sobre se sabe escrever um texto, saiba primeiro qual o tema a ser tratado para que possa afirmar se sim ou se não, pois só é possível apropriar-se do título de bom escritor quando os argumentos utilizados na escrita são firmes o suficiente para convencer o leitor.

Professora Nayra Claudinne Guedes Menezes Colombo

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)