Ações de controle da dengue são avaliadas pela saúde estadual

Avaliar as ações de controle da dengue no Acre é um dos objetivos do encontro promovido pelo departamento de endemias da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) que teve início na manhã desta quarta-feira, 9, no auditório da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).

Com a presença de representantes das vigilâncias epidemiológicas e de endemias municipais, serão apresentadas, por meio de mesas redondas e trabalhos em grupos, avaliações das ações de controle do mosquito transmissor da dengue durante o ano de 2015; estratégias de educação em saúde como componentes para o controle de doenças endêmicas e desafios encontrados em Rio Branco e em Cruzeiro do Sul.

Ricardo da Costa, técnico da vigilância epidemiológica estadual, disse que a reunião servirá como base para criar medidas para aperfeiçoar o controle da dengue no estado.

Na sexta-feira, 11, último dia do encontro, será realizada reunião para nivelamento da Política de Saúde do Trabalhador, com apresentação da Política Nacional do Trabalhador e Trabalhadora e do trabalho desenvolvido pelo Centro Estadual de Referência da Saúde do Trabalhador (Cerest).

Dengue no Acre

Em 2015, foram notificados 7,6 mil casos de dengue, dos quais 55,9% (4,29 mil) foram confirmados. O último Levantamento de Índices Rápidos para Aedes aegypit demonstra que as caixas d’água e depósitos para abastecimento de água representam 87,2% dos depósitos predominantes do mosquito da dengue.

Os municípios desenvolvem ações de educação em saúde como capacitação dos Agentes Comunitários de Saúde, enfermeiros, realização de oficinas e aplicação de inseticida UBV.

Por Álefe Souza

16

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *