Corte Eleitoral adia julgamento e Ilderlei será julgado só em 2020

Na manhã desta terça-feira, 17, a juíza Mirla Regina, relatora do processo que julga o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, tirou de pauta do Pleno do Tribunal Regional Eleitoral, a análise do recurso contra a decisão de primeira instância que cassou o mandato do gestor progressista.

Como é a última sessão do Tribunal, o julgamento só voltará ao Pleno, a partir de 21 de janeiro , quando acabar oficialmente o recesso do judiciário acreano. As sessões serão retomadas dia 5 de fevereiro.

O Ministério Público Eleitoral se manifestou contra a retirada de pauta e pediu que o processo fosse analisado com prioridade, porém a presidente da Corte, desembargadora Denise Bonfim, decidiu que a justiça seguirá o rito de análise de um pedido de suspeição.

Acompanhado de dois advogados, as irmãs e assessores, Ilderlei estava na sessão demonstrando tranquilidade. “Estou confiante em um bom resultado. Em 15 anos de vida pública nunca tive problemas com a justiça”.

O caso, que cassou em primeira instância o prefeito e o vice dele, Zequinha Lima, diz respeito a um flagrante por compra de votos de um candidato a vereador pelo PSDB, na última eleição municipal, que envolve também o ex-prefeito Vagner Sales.

Se o TRE mantiver a decisão do juiz da 4ª Zona Eleitoral, Erik da Fonseca Farhat, não caberá Recurso Ordinário por ser ação da esfera municipal. Seria então marcada uma eleição para um mandato-tampão, com o novo eleito ficando no cargo até 2020.

Apesar de não caber Recurso Ordinário, Ilderlei Cordeiro poderá ainda alegar terem sido aceitas provas conseguidas de maneira ilícita por meio de gravação não autorizada pela justiça e impetrar um Recurso Especial no TSE, pedindo uma Liminar até o julgamento do mérito.

Cordeiro acredita que será considerado inocente no caso, já que chegou ao local depois dos fatos ocorridos. “Já fui vice prefeito, deputado federal e agora prefeito e nunca tive problemas com a justiça. Estou confiante e focado no trabalho que estamos realizando em Cruzeiro do Sul”, cita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *