Em Cruzeiro do Sul, Rio Juruá chega a 12,46 metros e ultrapassa a cota de alerta

O Rio Juruá em Cruzeiro do Sul, interior do Acre, marcou 12,46 metros nesta quarta-feira (25) e ultrapassou a cota de alerta, que é de 11,80 metros. Manancial está a 54 centímetros da cota de transbordo, 14 metros. A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros do Acre.

Ainda não há bairros atingidos pelas águas, mas os bombeiros acompanham a situação para alguma necessidade.

“Quando fica entre a cota de alerta e a de transbordo já atinge algumas famílias que são das áreas mais baixas. São famílias de áreas atingidas, mas não desabrigadas. Muitas vezes, mesmo o pessoal que mora em casas mais baixas, levantam os móveis e dão uma segurada para não sair”, explicou o major Cláudio Falcão.

Diferente do Rio Tarauacá, também no interior, que sobe e vaza muito rápido, Falcão falou que o Rio Juruá começou a dar sinais de enchente desde o início do mês.

“Não é uma coisa súbita, assim como Tarauacá, de ontem para hoje. Desde o início do mês dava sinais de subida do nível e a gente acompanhando a movimentação. Tem previsão de chuva para praticamente todos os dias em todas as regiões do estado, mas dentro da meta esperada para o mês de março” reforçou.

Mudança nos planos de contingência

Com a proliferação do novo coronavírus no estado, o major disse que serão necessários alguns remanejamentos no plano de contingência para atender as famílias, em caso de desabrigados ou desalojados por alguma enchente.

“Temos que remanejar um pouco o nosso plano de contingência, porque a retirada das famílias não pode ser feita como era antes. Não podemos colocar pessoas em colégios, esse tipo de ação não pode ser feito. Então, a Defesa Civil está montando. Em Tarauacá, a solução, por exemplo, seria levar as pessoas para casas de parentes na zona rural. Isso, se caso for necessário”, avaliou.

Com informações do Portal G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *