Em menos de 5 horas, três são mortos e uma grávida foi ferida a tiros na Baixada da Sobral –

Ac24Horas

Rio Branco viveu mais um episódio de terror. Em menos 5 horas três pessoas foram mortas e uma mulher grávida foi baleada. Os crimes ocorreram na madrugada e manhã desta segunda-feira (30) nos bairros Sobral e São Sebastião, na região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

O primeiro fato aconteceu na rua João Amâncio, no bairro Sobral. Os irmãos Kellyton Costa dos Santos e Elias Costas dos Santos foram executados a tiros e a grávida de 8 meses, identificada como Rayla da Silva Monteiro, 19 anos, foi ferida com um projétil na barriga.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, pela madrugada três homens não identificados, membros de uma facção, quebraram a porta da residência aonde se encontravam as vítimas, entraram e em posse de armas de fogo, renderam e efetuaram vários tiros. Kellyton foi atingido com seis projeteis, já Elias com ferido com 10 tiros e Rayla com um tiro na barriga. Após a ação, os criminosos fugiram do local.

A ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas ao chegar no local nada puderam fazer por Kellyton que já estava morto. Elias foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dentro da ambulância. A grávida Rayla recebeu também os primeiros atendimentos foi encaminhada em estado grave ao hospital. O bebê foi retirado com vida da barriga da mãe.

A área foi isolada pela Polícia Militar até a chegada do perito em criminalística. Os corpos foram conduzidos ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico.

A segunda ocorrência aconteceu no início da manhã desta segunda-feira, em uma casa na rua 7 de setembro, no bairro São Sebastião, uma retaliação da facção rival as mortes que que que ocorreram pela madrugada.

O detento monitorado por tornozeleira eletrônica Ediberto Melo de Souza, 38 anos, mais conhecido no mundo do crime por “Marreta”, foi executado com 10 tiros. De acordo com informações da polícia, um membro da facção rival, pulou o muro da residência entrou na casa e em posse de uma arma de fogo efetuou 10 tiros contra “Marreta” que foi atingido em várias partes do corpo. Após a ação o criminoso abriu a portão da casa, correu e subiu em uma motocicleta em que o comparsa estava aguardando.

A ambulância do Samu, foi acionada por populares, mas ao chegar no local, o médico apenas atestou o óbito de Ediberto.

Policiais Militares isolaram a área para os trabalhos dos peritos em criminalística. O corpo de “marreta” foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Os crimes já estão sendo investigados por agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *