Governo garante estoque de materiais de proteção para servidores da Saúde durante pandemia

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde (Sesacre), tem garantido todos os equipamentos de proteção individuais (EPI) para os servidores que estão atuando diretamente na pandemia de Covid-19 em todas as unidades do estado.

A Divisão de Material Médico Hospitalar informa que no período entre 19 e 25 de março, foi realizado o abastecimento de 46 unidades hospitalares com diversos insumos e EPIs.

Entre os materiais distribuídos pela Sesacre para as unidades hospitalares estão 111 mil unidades de máscaras descartáveis, 54 mil aventais descartáveis, 1.690 máscaras do tipo N95, 894 gorros, 912 caixas de luvas, além de equipamentos de proteção ainda maior como aventais estéreis impermeáveis, protetores faciais, macacões de proteção química e filtros antimicrobianos.

A Sesacre ainda informa que seu estoque atual é o suficiente para cobrir as unidades hospitalares por um período de médio prazo da pandemia, além do governo já estar investindo na compra de novos para manutenção do estoque a longo prazo.

Entre as próximas compras da secretaria está a aquisição de 10 mil caixas de luvas, 2,5 mil macacões, 2 mil óculos de segurança, 4 mil aventais descartáveis, 8 mil máscaras N95, 250 mil máscaras descartáveis e diversos outros produtos que compõe os EPIs.

O secretário de Estado de Saúde do Acre, Alysson Bestene, voltou a tranquilizar a população e os profissionais da pasta no sentido de que não faltarão equipamentos de proteção individual para os servidores, nem kits de testes para a coleta de amostras para os exames de Covid-19.

“Quero reafirmar que estamos trabalhando com muita seriedade no enfrentamento da pandemia e que estamos sendo abastecidos periodicamente pelo Ministério da Saúde com todo tipo de insumos”, ressaltou.

De acordo com Bestene, não tem faltado nada no estoque da secretaria, mas ele faz questão de fazer um agradecimento especial às instituições públicas e privadas que estão auxiliando, de alguma forma e do seu modo, os profissionais de saúde.

“Temos observado o quanto as pessoas estão sendo generosas, sejam de faculdades, sejam de instituições filantrópicas, do Poder Judiciário, de empresas públicas e privadas que entenderam que devem ajudar, à sua maneira, a enfrentarmos esse momento tão delicado para toda a humanidade. O nosso muito obrigado”, completou Alysson Bestene.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *