Governo recebe apoio de associação e sindicatos para reforma na previdência estadual

As entidades que compõem a classe civil de servidores da Segurança Pública do Acre, após diálogo com o governo e representantes do Poder Legislativo, decidiram apoiar o projeto de lei que prevê a reforma da previdência estadual. O projeto foi encaminhado pelo governador Gladson Cameli, na última terça-feira, 5, para posterior votação dos deputados na Assembleia Legislativa.

Segundo nota emitida na manhã desta quinta-feira,7, as entidades reconhecem a situação fiscal em que está o Estado e compreendem os motivos pelos quais o governador apresentou projeto de lei para a reforma na previdência.

“Após dialogar muito com os membros do Executivo e do Legislativo compreendemos que são necessários os ajustes previdenciários no Estado do Acre, nos moldes aproximados do que se apresenta no cenário federal. Acreditamos que sacrifícios são necessários, cada categoria fazendo sua contribuição para o crescimento do estado e a própria sobrevivência do sistema previdenciário, mas sem que existam prejuízos à vida profissional e aposentadoria dos servidores”, diz trecho da nota.

O documento foi assinado pelos presidentes da Associação dos Delegados de Polícia Civil (Adepol), Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Sindicato dos Agentes Penitenciários do Acre (Sindapen), Associação Penitenciária (Asspen) e Associação Acreana de Peritos e Oficiais (AAPO).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *