Publicado em 21 de julho de 2018

Homem acusado de estuprar mototaxista é espancado até a morte, em Rio Branco

Com informações Marcos Dione-Ecosdanoticia

Um homem, ainda não identificado, foi espancado até a morte na noite desta sexta-feira (20) após ter estuprado uma mototaxista na Estrada do Barro Vermelho, em Rio Branco. O suposto estuprador teria sido morto por um grupo de cerca de 15 mototaxistas.

A informação apurada pela reportagem do Ecos da Notícia, é de que o homem, se passando por cliente, teria chamado via rádio a mulher para uma corrida do conjunto Tucumã à Estrada do Barro Vermelho, que dá acesso ao presídio Francisco D’Oliveira Conde (FOC).

Ao chegar no destino, o cliente pediu que a mototaxista entrasse no Ramal das Flores, local onde a profissional foi dominada e violentada sexualmente. De acordo com o caseiro de uma propriedade localizada no ramal, por volta das 15 horas, foram ouvidas vozes de dentro da mata. O caseiro disse ter pensado, em um primeiro momento, se tratar de um casal de namorados.

A FUGA

Já por volta das 17 horas, a mulher saiu de dentro do mato completamente nua pedindo socorro aos moradores. Como ela estava muito machucada e abalada psicologicamente, os moradores acionaram uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A vítima do estupro foi encaminhada ao Pronto Socorro.

 

CAÇA E MORTE

Pelo menos 50 mototaxistas se juntaram aos policiais militares e adentraram na mata na tentativa de localizar o homem. Após algumas horas de busca, os policiais abandonaram o local, porém, os mototaxistas continuaram as buscas e conseguiram encontrar o estuprador.

Já no período da noite, uma guarnição da Polícia Militar retornou no local e encontrou o corpo do homem já sem sinais de vida, na mesma área onde aconteceu o abuso. O corpo apresentava sinais de espanacamento. A identidade do estuprador não divulgada pela polícia. Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) recolheu o cadáver que foi levado à sede da instituição. Com as agressões a pauladas, rosto dele ficou desfigurado.

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)