Publicado em 6 de abril de 2018

Idaf Acre celebra Brasil Livre da Febre Aftosa com Vacinação

Servidores, colaboradores e parceiros do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Acre (Idaf/AC) se reuniram na tarde desta quinta-feira, 5, para mais um ato em celebração ao Brasil Livre da Febre Aftosa com Vacinação, certificação concedida ao país pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Ronaldo Queiróz, diretor-presidente do Idaf/AC, ressaltou que o Acre tem parte fundamental nessa conquista nacional e frisou que há 13 anos também é reconhecido pela OIE como zona livre da doença. “Essa conquista é possível graças ao empenho das equipes do Idaf, do trabalho de governo que prioriza as ações de defesa animal e vegetal e criou o Idaf e nos dá suporte para trabalhar, ao apoio dos parceiros e dos pecuaristas. Essa é uma conquista de muitos e traz benefícios para o país.”

Para Mário César de Araújo, gerente de Defesa Sanitária Animal do Idaf/AC, além de celebrar, o momento é de agradecer. O gerente destacou que Acre e Rondônia foram estados pioneiros na Região Norte ao serem zonas livre da febre aftosa. “Nós, do Idaf, sempre atuamos cumprindo as normas e orientações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Por isso, faço questão de deixar registrado meu reconhecimento aos veterinários e técnicos que não mediram esforços para que essa conquista fosse possível”, declarou.

Durante a solenidade, servidores que atuam na defesa animal desde os anos de 1970 foram homenageados, bem como os parceiros do governo do Estado nessas ações.

Na ocasião, Ronaldo Queiróz também frisou que Acre e Rondônia despontam para vencer mais um desafio: retirar a vacinação de febre aftosa em 2019.

“Mais uma vez estaremos unidos para atingir as metas. Para isso, o trabalho de todos que compõem essa área é fundamental. Idaf, pecuaristas, Superintendência Regional de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Conselho de Medicina Veterinária, entre outros parceiros, e, principalmente, mais uma vez os pecuaristas. Com a retirada da vacina, todos saem ganhando e há a oportunidade de ganharmos espaço no mercado internacional”, destacou Queiróz.

Ato foi realizado no auditório do instituto (Foto: Alexandre Noronha/Secom)

 

Nayanne Santana – Agência de Notícias do Acre 

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)