Índios são acusados de furto e invasão de propriedade no município de Assis Brasil

Índios da terra indígena Momoadate, no município de Assis Brasil, estão sendo acusados de invadir uma fazenda localizada nas proximidades de uma aldeia às margens do rio Iaco, região de fronteira com o Peru e divisa municipal com Sena Madureira, segundo informações divulgadas pelo site oacreagora.net.

De acordo com dois boletins de ocorrência registados na Delegacia de Polícia de Assis Brasil nos dias 20 e 28 de outubro há naquela região uma invasão de propriedade privada por parte dos índios, que estariam realizando furtos de animais e equipamentos pertencentes à fazenda Senegal.

Segundo consta em um dos boletins registrados, três dos índios são do povo Manchineri. Dentre os itens supostamente roubados contam cinco vacas, um boi de carroça, duas motocicletas, duas motosserras, um tambor com 50 litros de gasolina, além de outros materiais.

Em outro boletim de ocorrência, o denunciante Rodrigo Oliveira dos Santos afirma que dois indígenas invadiram a fazenda, construíram casas e estão desmatando áreas no interior da propriedade. Ele declara aos policiais que um boi de carroça foi alvejado pelos índios por disparo de espingarda.

TI Mamoadate

Criada pela Funai em 1975, com 313.647 hectares, a Terra Indígena Mamoadate é habitada pelos povos Manchineri, Mashko isolados do Rio Iaco e Jaminawá. Tem uma população estimada de 1.105 indivíduos. Situa-se ao redor do rio Iaco – cuja nascente fica no Peru – tem início no Igarapé Mamoadate e vai até os limites do Brasil com o Peru.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *