Mulher é morta com tiros na cabeça na frente da filha de 3 anos e irmã, na Cidade do Povo

Terceiro dia do ano e três homicídios com requintes de execução já foram registrados, reflexo das guerras entre facções que continua fazendo vítimas na capital. A jovem Rosemilda Oliveira da Silva, de 26 anos, mais conhecida como “Jeca”, foi morta com dois tiros na cabeça na manhã desta sexta-feira (3). O crime aconteceu numa residência, na Rua Vereadora Maria Antônia, na quadra 1A, casa 5, no conjunto Habitacional Cidade do Povo.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, Rosemilda estava em casa com sua filha de 3 anos e sua irmã, quando homens não identificados, membros da organização criminosa Comando Vermelho (CV), chegaram numa motocicleta, desceram e de posse de armas de fogo, quebraram a porta, invadiram a casa, foram até ao quarto aonde se encontrava a vítima, mandou que a irmã de Rosemilda pegasse a criança e a executou com dois tiros na cabeça e um no ombro. Após a ação, os criminosos fugiram do local tomando rumo ignorado.

Uma ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas quando os paramédicos chegaram ao local, nada puderam fazer por “Jeca” que já se encontrava morta.

A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos dos peritos em criminalística. A polícia colheu informações dos criminosos, fizeram rondas pela região, mas ninguém foi preso. O corpo de Rosemilda foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico.

O caso será investigado pelos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Polícia acredita que a motivação do crime foi a guerra entre facções.

AC24horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *