Obras de recuperação na BR 364 estão em ritmo acelerado, garante Fecomércio/AC

br 364 - obraA operação de recuperação realizada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT – em alguns trechos da BR 364 estão em ritmo acelerado. As obras da rodovia é um indicador de que o Acre não deverá ficar isolado novamente via terrestre. A constatação foi feita por técnicos da Fecomércio/AC que verificaram inloco a situação da Rodovia.

“Percebemos a preocupação dos nossos empresários de que o Acre volte a ficar isolado. Então nós estivemos verificando a situação e constatamos que o DNIT está trabalhando nos trechos que foram alagados. Em julho quando o ministro dos Transportes Paulo Passos recebeu empresários do setor produtivo do Acre, ele garantiu celeridade no andamento das frentes de trabalho que são hoje de fundamental importância para o Acre. A recuperação de trechos da BR-364, a construção da ponte sobre o Rio Madeira e a elevação definitiva do nível da BR são obras necessárias para o desenvolvimento econômico do Acre”, relata o presidente da Fecomércio/AC, Leandro Domingos.

Durante a reunião em Brasília com o presidente da Fecomércio/AC, Passos salientou a que os trabalhos desenvolvidos não são definitivos, já que a elevação do nível da pista requer a elaboração de um projeto com certo grau de complexidade. Mas afirmou que já está em fase de elaboração e que a atual recuperação da Br 364 garantirá o tráfego com normalidade.

Domingos afirma que tudo que precisamos é empenho e agilidade nos serviços por parte das empresas responsáveis pela obra. “O Acre não merece sofrer com isolamento nunca mais. Por isso, queremos tranqüilizar a todos de que os trabalhos estão sendo executados. Então continuemos olhando pra frente e trabalhando com todo o empenho que o nosso Estado chegará onde sonhamos. Terra onde nossos filhos e netos crescerão com ainda mais dignidade”, finaliza.

Desenvolvimento

Os caminhoneiros Fernando Adelar e Cleiton Santana, afirmaram que em vista de uma estrada não pedagiada e depois de todo o transtorno que a enchente trouxe, a BR 364 está em boas condições de trafegabilidade. “Eu trabalho há mais de 18 anos nessas estradas do Brasil e na BR 364 ja tivemos muitas dificuldades para trabalhar ao longo desses anos, muitas melhorias já foram realizadas, mas é preciso que os investimentos continuem sendo realizados para que o nosso trabalho continue sendo realizado com segurança”, explica Santana.

O vendedor Cristian Rondon Briel de Melo relata que a enchente trouxe sérios prejuízos. “Eu trabalhava tirando açaí tinha na balsa e era daí que tirava o sustento para minha família. Com a cheia os pés de açaí foram todos destruídos e eu tive que procurar outro meio de vida. Foi quando tive a ideia de montar um pequeno comércio para vender água, farinha, óleo de copaíba, coco e outros itens. Vendi a balsa e hoje estamos começando do zero. Tenho muita fé que com a construção da Ponte sobre o Rio Madeira a estrada ficará ainda mais movimentada e tudo dará ainda mais certo para nós que sobrevivemos da estrada”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *