Policial do Acre desenvolve aplicativo que identifica deficiências no aprendizado de estudantes

Há quem observe suas próprias dificuldades e as direcione para ajudar outras pessoas. Isso se chama solidariedade. Foi dessa forma que o sargento da Polícia Militar do Acre (PMAC) Leonardo Fleming, se inspirou a criar o aplicativo Na Escola, que torna possível a participação dos pais em tempo real na vida escolar dos filhos, além de propor uma maneira inovadora – mais ampla e detalhada – de avaliação e a identificação de problemas que dificultam o aprendizado.

Por meio do aplicativo, a avaliação é feita em cada aula, com base em diversos aspectos: participação, pontualidade, comportamento, atividade em grupo, proatividade, entre outros. Um perfil geral do aluno é apresentado e pode ser visualizado a qualquer momento pelos pais. Assim, eles podem acompanhar a rotina escolar dos filhos (faltas, tema das aulas, desempenho nos trabalhos etc) e identificar, juntamente com os professores e outros profissionais, possíveis deficiências, como o autismo, por exemplo.

O sargento Leonardo ou apenas Léo, como gosta de ser chamado, explica que a ideia do aplicativo surgiu de suas próprias experiências e percepções durante a vida escolar. “Eu tive algumas dificuldades na escola e os professores não sabiam explicar aos meus pais exatamente o porquê. Só descobri mais tarde. Então, pensei que poderia ajudar outras pessoas a não passar pelo que passei”, disse.

O Na Escola está em fase de teste há cerca de um ano sendo utilizado por professores de alguns estabelecimentos de ensino de Rio Branco. O militar está em busca de apoio para divulgar a ferramenta, pois acredita que pode ajudar a melhorar a qualidade do ensino.

Apresentação em evento

Com o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/Acre), o sargento Leonardo Fleming participou, a convite, da edição 2019 do Startup Summit, ocorrido no mês passado, em Florianópolis. O evento reúne empreendedores do ramo tecnológico de todo o país e também internacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *