Publicado em 17 de dezembro de 2017

Em Cruzeiro do Sul; Presidiário e mulher morrem após receberem descarga elétrica; corpos são levados para o IML

 

A suspeita é que a mulher tenha ouvido gritos e tentado ajudar o companheiro e acabou eletrocutada

O preso do semiaberto Braz Gomes da Silva e a sua mulher, Maria Francisca, morreram após receberem uma descarga elétrica de uma bomba na casa onde moravam em Cruzeiro do Sul, interior do Acre, na Variante.

Os corpos foram encontrados na manhã deste domingo (17), mas, suspeita-se que o acidente tenha ocorrido ainda na noite de sábado (16).

O Instituto Médico Legal (IML) informou que Silva não tinha água encanada em casa e tinha que puxar água do rio com uma bomba, instalada por ele mesmo. Ao tentar colocar a bomba no rio, ele recebeu a descarga elétrica.

A suspeita é que a mulher tenha ouvido gritos e tentado ajudar o companheiro e acabou eletrocutada também.

Os corpos estavam caídos próximos um do outro. Pelo estado dos dois, a morte pode ter ocorrido ainda na noite de sábado, segundo IML. A polícia foi acionada pelos vizinhos, que encontraram os dois caídos.



 

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)