Presidiário em condicional é executado com dois tiros

O presidiário monitorado por tornozeleira Pedro Paulo Rocha da Silva, de 29 anos, suposto conselheiro de uma organização criminosa, foi morto a tiros na noite deste domingo (22). O crime aconteceu em frente uma residência localizada na rua 15 de Novembro, no bairro Belo Jardim I, no segundo distrito de Rio Branco.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, Pedro estava na frente de sua casa conversando com um amigo, quando quatro homens não identificados, membros de uma facção, se aproximaram em um veículo de cor branca, pararam, baixaram o vidro do carro e moto e em posse de armas de fogo efetuaram vários tiros em direção de Pedro e seu amigo. Pedro foi atingido com dois tiros, um no peito e outro no rosto. O amigo de Pedro saiu ileso na ação dos criminosos que fugiram do local.

Uma ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, mas quando os paramédicos chegaram ao local, nada puderam fazer pelo detento monitorado que já se encontrava morto.

A área foi isolada pela Polícia Militar para o trabalho do perito criminal. O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico. O caso crime será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Polícia acredita que a motivação do crime é a guerra entre as facções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *