Professores da Ufac cruzam os braços na próxima quarta-feira

Os professores da Universidade Federal do Acre (Ufac) vão cruzar os braços durante toda a quarta-feira (18). A paralisação de advertência foi aprovada em assembleia da Associação dos Docentes da Ufac (Adufac) realizada na manhã desta quinta (12), na sede da entidade.

Durante o ato, os manifestantes farão o que chamam de “trancaço” nos portões da universidade para que outros professores não furem o comando de greve. O movimento terá duração de apenas um dia.

Uma paralisação por tempo indeterminado está sendo discutida em Brasília com a participação de representantes do corpo docente da Ufac e pode ser deflagrada a qualquer momento após a greve do dia 18.

A manifestação integra a Greve Nacional da Educação. O movimento atua em defesa do ensino público e gratuito, que, segundo os trabalhadores, está sob ameaça do atual governo. Outra demanda do grupo é a revogação da Medida Provisória 914, que trata das intervenções do Ministério da Educação na escolha dos reitores das universidades.

Além disso, os docentes pedem a imediata recomposição do orçamento das instituições federais de ensino superior, dos concursos públicos e da verba para programas e bolsas de ciência e tecnologia desenvolvidos pelas universidades.

O fim dos “ataques” aos direitos sociais, trabalhistas e previdenciários da população e a revogação do congelamento dos gastos públicos pelos próximos 17 anos completam o conjunto de propostas dos professores.

À tarde e à noite, os grevistas se reúnem na Praça da Revolução, no Centro de Rio Branco, para uma agenda aberta de protestos, com aulas públicas, palestra e programação cultural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *