Programa europeu traz para Rio Branco experiência-piloto de combate às drogas

Por conta das boas políticas sociais, o município de Rio Branco é incubador da experiência-piloto do programa Fortalecendo Famílias criado pela Universidade de Oxford Brookes. O Ministério da Saúde, junto com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) é parceiro no projeto que está em fase de validação no Brasil.
Os pesquisadores de Oxford, Debby Allen e Lindsey Coombes, estiveram em Rio Branco desde a última segunda-feira, 25, para capacitar facilitadores ao desenvolvimento do projeto, cuja base são as famílias ligadas às unidades de referência em assistência social (CRAS e CREAS) mantidos pela Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (SEMCAS).
O UNODC, o Ministério da Saúde, a SEMCAS e a Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) com apoio de parceiros, concluíram nesta quarta-feira, 27, a primeira etapa de capacitação para lançar nas famílias uma nova metodologia de prevenção de drogas. A capacitação ocorreu no Salão Paroquial Raimunda Barbosa dos Santos da Paróquia São Sebastião. O método já foi aplicado com sucesso pelo UNODC em países do Norte da África e do Oriente Médio.
A metodologia consiste em promover discussões entre adolescentes de 10 a 14 anos de idade, em linguagem descontraída e acessível, abordando diversos assuntos e situações de stress que podem levar adolescentes a usar drogas. As discussões também promovem o fortalecimento de fatores de proteção, como bem estar psicológico e emocional, habilidades sociais e bom relacionamento com os pais, que tornam os jovens menos vulneráveis ao uso de drogas e a outros comportamentos negativos.
Além dos multiplicadores, cerca de 40 gestores públicos das áreas de saúde, justiça e educação de Rio Branco também participaram. “A metodologia tem resultados positivos em 45 países, inclusive da América Latina”, disse Viviane Rocha, supervisora nacional do programa Fortalecendo Famílias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *