Semana nacional de Ciência e Tecnologia chega a Santa Rosa do Purus

Pela primeira vez, atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) chegaram a Santa Rosa do Purus. A programação é realizada há nove anos no Acre, mas, pela distância e o difícil acesso ao município, nunca foi possível levar experimentos de ciência e tecnologia para a comunidade santa-rosense. Este ano, por meio de uma parceria entre o governo do Estado, o Grupo Gama Hidra de Astronomia e o 4° Batalhão de Infantaria de Selva do Exército Brasileiro, mais de 600 pessoas tiveram acesso à Expedição Científica.

A comunidade teve oportunidade de participar da oficina de produção de sabão em barra e xampu contra piolhos – utilizando como base produtos da floresta -, além de receber gel anti-inflamatório de copaíba e repelente de citronela e andiroba.
A indígena Rosa de Oliveira Kashinawá participou das oficinas e ressaltou o quanto valoriza o conhecimento. “Saí da aldeia porque quero que meus filhos estudem, pois o saber transforma a vida das pessoas. Já sabia que, com os produtos da floresta, muita coisa pode ser fabricada, mas não sabia como fazer.

Agora que sei, vai ser bom para mim e para minha família”, disse. “A viagem foi gratificante. Conhecer e conviver com pessoas que moram em locais distantes e de difícil acesso nos mostra as necessidades que a população tem, como saúde, educação, segurança, justiça, lazer e dignidade. Por que não trazer a eles ciência e tecnologia? Na realidade, essa foi uma troca de experiência, na qual a aprendizagem foi mútua”, enfatizou a bióloga e técnica da Fundação de Tecnologia do Acre (Funtac), Roberta Lopes.

STA ROSA 1

Oficina de produção de fito cosméticos aproximou as comunidades do conhecimento e da tecnologia aplicada na fabricação de sabão e xampu (Foto: Assessoria SNCT)

A comunidade de Santa Rosa recebeu também orientação e atendimento em saúde, realizados pelo Exército, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), que forneceu medicamentos. Alunos das escolas públicas do município aprenderam a importância de preservar o meio ambiente com os jogos ambientais, além de um telescópio montado para observações astronômicas em plena praça. “Sempre quis ver a lua de perto. Aprendi sobre os planetas e as estrelas e descobri o que é astronomia”, disse o jovem estudante Darvis Peres Mateus.

“Foi uma experiência motivadora. Tivemos a oportunidade de ver o quanto uma atividade que gera conhecimento pode contribuir para formação e educação de uma comunidade. Foi emocionante ver principalmente as crianças e jovens interessados no conhecimento”, comentou o moderador do grupo Gama Hidra de Astronomia, Francisco Carlos da Rocha, que disponibilizou seu próprio telescópio para contribuir com o projeto.

A Secretaria de Meio Ambiente (Sema) também participou da ação levando jogos ambientais para os alunos das escolas públicas de Santa Rosa do Purus – estratégia lúdica e pedagógica de ensinar sobre fauna, flora, extrativismo, cultura, populações indígenas e a necessidade de proteger os recursos naturais do Estado.
A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é realizada em todo o país e tem como objetivo popularizar o conhecimento. No Acre, a atividade é coordenada pelo governo do Estado por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sect) e concentra mais de 200 atividades em todo o Acre.

Fonte: Agencia AC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *