Sesacre realiza balanço da Saúde em 2013

A secretária de Estado de Saúde, Suely Melo, fez um balanço sobre as ações da Saúde neste ano, no programa Saúde em Dia, da rádio Difusora Acreana. O programa, ancorado pelo jornalista M. Jota, foi ao ar nesta semana pela manhã.

Para Suely, desde 2011, a Saúde acumula grandes avanços, sendo 2013 um ano especial, porque foi possível inaugurar três unidades no interior.

Outro ponto destacado foi o início da regulação do estado, com o agendamento de consultas e exames para o Hospital das Clínicas (HC) de Rio Branco, feito direto nos municípios. “Foi um ano promissor na parte de organização e estruturação dos serviços de saúde”, disse a secretária.

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) habilitou novos serviços, como neurologia e cardiologia intervencionista e transplante de fígado. Outro resultado das habilitações é a abertura do serviço de saúde auditiva, com o qual o governo do Estado poderá comprar prótese auditiva para os pacientes via Ministério da Saúde (MS).

A secretária destacou a contratação de 200 médicos a mais – são quase 800 médicos contratados pelo Estado para saúde de média e alta complexidade. Suely falou ainda sobre os mutirões de cirurgias como as de catarata.

Atualmente a Sesacre tem em obra o hospital regional de Brasileia, que deve ser entregue até junho, o Instituto de Traumatologia do Acre (Into), para março, a maternidade de Feijó, para março ou abril, Hospital de Jordão em reforma parcial, com previsão de reforma total, unidades de Pronto Atendimento (UPA) de Epitaciolândia e, em Rio Branco, UPAs da Baixada, do São Francisco e da Cidade do Povo estão com obras avançadas, e a obra do hospital vertical do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), com mais 100 leitos, que está em fase de conclusão.

A secretária destacou ainda a ampliação da assistência. Foram contratados 200 novos médicos, totalizando 800 em exercício, 56 novos leitos no HC, 20 novos leitos no Hospital da Criança, oito novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Huerb, mais serviços nos hospitais de municípios isolados – como instalação de aparelho de raios-X, exames laboratoriais, troca de equipamentos velhos e obsoletos por equipamentos novos, em quase todos os municípios –, início das cirurgias neurológicas ainda em 2011 (mais de 600 cirurgias realizadas), cirurgias cardíacas, ampliação da hemodiálise (de 26 para cerca de 40 máquinas), ampliação do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS) AD II para AD III, com funcionamento de 24 horas e oito leitos, para atender cerca de 60 pessoas.

“Muita coisa foi ampliada em três anos de governo do Tião Viana, que é uma apaixonado pela saúde e não mede esforços para que a gente possa estar melhorando e ofertando serviços de qualidade para toda a população do Acre. Falta muito ainda, tenho convicção disso. Precisamos melhorar ainda mais, mas estamos no caminho certo e, a passos largos, caminhando para ofertar a saúde que a nossa população merece”, comenta Suely Melo.

(Agência de Notícias)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *