Trabalhador atravessa pista, é arrastado por bimotor e tem braços e pernas amputados

Um rapaz, morador de Ipixuna, cidade amazonense próxima a Cruzeiro do Sul, deixava uma fazenda, onde trabalha como braçal, e foi colhido por um avião de pequeno porte que descia na pista de pouso da cidade. A cena foi testemunhada por um homem, Bartolomeu Dias, que ficou abalado. Ele informou que o avião saiu arrastando o rapaz por cerca de 50 metros. “Ele ficou debaixo do avião o tempo todo. Foi uma coisa muito triste”, relatou a testemunha a uma rádio local. Ele conclui dizendo que o avião tentou desviar para evitar a tragédia.

O trabalhador, identificado como sendo Liedson, atravessava a pista numa motocicleta e teve pernas e braços amputados em contato com a hélice do bimotor. O rapaz está em observação no hospital da cidade, sob forte comoção de praticamente toda a cidade. Há muitos populares orando por ele. A diretora da unidade de saúde disse que “só Deus”, ao definir o estado clínico de Liedson.

O acidente ocorreu por volta de 15: 30h desta terça-feira.  Não houve feridos entre tripulantes e passageiros do bimotor. A hélice da aeronave foi encoberta com lona, para evitar a aproximação de curiosos. Restas de carne humana e um dos braços do rapaz podiam ser vistos ao chão. 

Ipixuna fica às margens do Rio Juruá. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *