Cadeias produtivas do Acre são destaque em revistas nacionais

Frigorífico Dom Porquito foi inaugurado há menos de 2 meses e já superou meta inicial de abate – Foto: Angela Peres

O Acre caminha para a independência econômica. Exemplo disso, é o modelo de negócios implantado envolvendo as esferas pública, privada e comunitária na gestão de indústrias instaladas no estado nos últimos anos, desenvolvendo as cadeias produtivas sustentáveis. Em um mês, o assunto foi comentado por duas revistas de circulação nacional, com reprodução na internet.

A primeira reprodução foi feita pela revista Princípios, que destacou os avanços nas áreas da avicultura, suinocultura e piscicultura. A publicação ressalta os investimentos feitos no Complexo Industrial de Suinocultura Dom Porquito, que inaugurou recentemente o frigorífico já considerado o mais moderno do Brasil.

Com a mesma estratégia de negócios para beneficiar desde o pequeno ao grande produtor, o Complexo de Piscicultura Peixes da Amazônia S.A. é um modelo consolidado, com centro de alevinos, frigorífico de processamento e fábrica de ração – a primeira brasileira especializada em peixes carnívoros. O sucesso desse empreendimento foi relatado também pela revista Seafood Brasil.

Da produção às rotas de exportação, a Peixes da Amazônia conquistou clientes de alto gabarito no mercado, como o Grupo Pão de Açúcar (GPA), que semanalmente adquire toneladas de produtos. Já existe, inclusive, a intenção de aumento do contrato com o grupo, que passará a adquirir além do peixe inteiro, cortes nobres especiais.

Para o diretor da Agência de Negócios do Acre (Anac), Inácio Moreira Neto, “esse é o reflexo de um estado em constante desenvolvimento, resultado de uma política econômica que beneficia pequenos, médios e grandes produtores”.

Agência de Notícias do Acre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *