Igreja católica lança Campanha da Fraternidade na capital acreana

“É de fundamental importância trabalhamos essa campanha para somarmos forças. A responsabilidade é de toda a sociedade”, comentou o padre Massimo Lombardi – Foto: Regiclay Saady

Foi lançada na tarde desta quinta-feira, 11, na Praça do Novo Mercado Velho, a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016. Com o tema “Casa Comum, Nossa Responsabilidade” e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”, a campanha vai alertar sobre o direito de todas as pessoas ao saneamento básico e debater políticas públicas e ações que garantam a integridade e o futuro do meio ambiente, além de tratar do desenvolvimento, da saúde integral e da qualidade de vida dos cidadãos.

O evento contou com a participação do bispo Dom Joaquim, do prefeito Marcus Alexandre, de secretários de Estado, representantes do Instituto Ecumênico Fé e Política e da sociedade em geral. A ação desenvolvida pela igreja católica une-se à campanha emergencial de combate ao mosquito causador da dengue, Zika e Chincungunya, doenças que se alastram em todo o mundo.

“Essa é a quarte campanha ecumênica realizada pela igreja católica. O tema interessa a todos, inclusive sobre o saneamento básico para a saúde. O governo federal, estadual e até a prefeitura estão lançando esse combate ao mosquito Aedes aegypti que produz diversas enfermidades. Por essa razão, é de fundamental importância trabalhamos essa campanha para somarmos forças, um trabalho em conjunto. A responsabilidade é de toda a sociedade”, comentou o padre Massimo Lombardi, reitor da catedral Nossa Senhora de Nazaré.

O lançamento da campanha marca também o início da Quaresma, período de reflexão para os católicos que antecede a Semana Santa. “Esse é um período de 40 dias de preparação para a Páscoa que nos chama a conversão. Temos os três fundamentos da Quaresma que são: o jejum (ter um comportamento mais sóbrio, evitando o consumismo), esmola (solidariedade) e oração (reflexão dos nossos deveres e compromissos que Deus nos coloca diante das nossas responsabilidades). A Quaresma ajuda as pessoas a ter um novo estilo de vida”, disse o presbítero.

Realizada no Brasil desde 1963, esta é a quarta vez que a Campanha da Fraternidade é lançada pela CNBB junto com o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) – as outras ocorreram em 2000, 2005 e 2010. Este ano, a campanha ecumênica conta também com o apoio da Misereor, entidade da Igreja Católica na Alemanha que trabalha na cooperação para o desenvolvimento de países da Ásia, da África e da América Latina.

Por Dell Pinheiro 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *