Matrículas na rede municipal crescem 54% e investimentos já passam dos R$7 milhões

O Censo Escolar 2013 aponta crescimento de 54% nas matrículas do ensino fundamental na rede municipal de ensino de Rio Branco, expansão de 12,4% em relação ao ano passado. Em 2013, a rede ofertou 2.426 novas vagas nas modalidades de educação infantil (creche e pré-escola), no ensino fundamental (1º ao 5º ano e 6º ao 9º ano) e na Educação de Jovens e Adultos (anos iniciais e finais), encerrando o ano com 22.000 alunos nas escolas mantidas pela Prefeitura.

Os números foram apresentados nesta segunda-feira, 4, pelo prefeito Marcus Alexandre e o secretário de Educação, Márcio Batista, em café da manhã na sede da Secretaria Municipal de Educação (SEME). Servidores, técnicos e gestores, além dos secretários de Administração, Claudio Ezequiel, e Márcio Oliveira, do Instituto de Previdência de Rio Branco (RBPREV), participaram do encontro. “Crescemos em todas as áreas”, comemorou Márcio Batista.

Vários fatores contribuíram para essa forte expansão, entre eles o permanente diálogo com o plano de governo da gestão Marcus Alexandre e a sistemática parceria com os governos Federal e Estadual e instituições das sociedades organizadas, além do esforço do conjunto de servidores da SEME. O crescimento, disse Márcio Batista, é o maior da história do ensino fundamental em Rio Branco.

Censo aponta maior crescimento da história no Ensino Fundamental (Foto: Assessoria PMRB)

Censo aponta maior crescimento da história no Ensino Fundamental (Foto: Assessoria PMRB)

Os investimentos nas três modalidades e nas seis etapas somam R$7.199.940,24. Na creche, o investimento médio por aluno foi de R$2.978,64 e na pré-escola, de R$3.262,32/aluno. Os anos iniciais da educação infantil são os que demandam mais investimentos e a gestão de Marcus Alexandre não tem poupado esforços para garantir que nada falte para as crianças –desde a alimentação, que já premiada, até professores qualificados.

A Seme impôs um controle estatístico realizado a cada três meses para definir melhor as estratégias e estabeleceu debate com a Universidade Federal do Acre para inovar nessa política. O modelo anterior, lembrou Márcio, criou “ilhas de excelência e bolsões de excluídos” porquanto estabelecia condições complicadoras à expansão das vagas nas creches. O novo modelo ampliou os convênios com creches particulares e comunitárias. No Taquari, por exemplo, a Seme celebrou convênio com uma creche mantida por uma igreja evangélica para garantir que um número maior de crianças tenha acesso a essa modalidade educacional.

Investimentos no ensino infantil inclui na área de ensino especial com as salas de recurso, oferta de intérprete e educador em Libras nas escolas (Foto: Assessoria PMRB)

Investimentos no ensino infantil inclui na área de ensino especial com as salas de recurso, oferta de intérprete e educador em Libras nas escolas (Foto: Assessoria PMRB)

Das dez novas creches em construção, a maioria delas está localizada em conjuntos residenciais inaugurados pelo governo do Estado, como o Andirá, o Aroeira, o Cabreúva, o Jenipapo, o Jequitibá e o Vale do Carandá. As outras creches ficarão no Juarez Távora, Jacamim no São Francisco, no Novo Eldorado e no Rosa Linda. “O único caminho de melhorar a sociedade é pela educação”, disse o prefeito Marcus Alexandre.

Cumprindo compromisso com a infância

A implantação de novas creches em Rio Branco conta com a parceria do Governo Federal através do programa Brasil Carinhoso, iniciado dia 13 de maio de 2012 pela Presidenta Dilma Rousseff. Com o Brasil Carinhoso, que tem o objetivo central de beneficiar em torno de 2 milhões de famílias que tenham crianças de até 6 anos em sua formação, o governo integra  integra o Bolsa Família, e visa atender famílias que se encontram em extrema pobreza, que chegam a somar 50% do total de pessoas que se encontram nessa situação, cuja renda mensal geralmente é inferior a R$ 70,00 reais.

educação_2013_ (5)

Com a construção das dez novas creches, Marcus Alexandre segue cumprindo compromissos com a infância, política muito mais ampla, multidisciplinar e que envolve a integralidade da estrutura da Prefeitura de Rio Branco.

Durante o café da manhã na SEME, Márcio Batista fez referência à premiação obtida pela escola Padre Peregrino, no bairro do Tucumã, que levou a primeira colocação em evento de iniciação científica no Pernambuco. “Começamos a semana com notícias boas”, comemorou, mais uma vez, o secretário de Educação e vice-prefeito da capital. Ele destacou também o trabalho de Claudia Pinho, uma das responsáveis pelo incremento na matrícula. Ela agradeceu a referência e contabilizou o trabalho coletivo na soma dos esforços que trouxeram tão importantes resultados.

Especialista em educação, a professora Vômia Araújo, acompanha de perto o trabalho desenvolvido pela SEME e diz que a escola é o melhor lugar de se fazer a formação social. “Se a criança está na escola, vai aprender o que é bom”, disse Vômia.
Asssessoria PMRB

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *