Deputados alemães aprovam uso da maconha

Medida fixa tributos estatais sob cultivo e venda da droga, e deixa à jurisdição local colocar taxas próprias

Os deputados alemães aprovaram o uso da maconha para fins terapêuticos para pacientes com doenças graves, como alguns tipos de câncer, epilepsia e esclerose.

A Alemanha se junta assim a outros países europeus que legalizaram produtos a base de cannabis, como Áustria, Grã-Bretanha, República Tcheca, Finlândia, França, Itália, Holanda, Portugal, Romênia, Eslovênia, Espanha, Croácia e Macedônia.

Munidos de receita, os pacientes alemães terão acesso ao extrato de cannabis ou flores secas. Em alguns casos, será permitido encomendar no exterior os derivados sintéticos da substância, como o dronabinol.

Veja também: Anvisa aprova remédio à base de maconha

Segundo a nova lei, que entra em vigor em março, os serviços públicos de saúde vão assumir os custos do tratamento.

O partido conservador CDU, da chanceler Angela Merkel, ressaltou que o texto não vai permitir o consumo de baseados com receita e também não significa a legalização da maconha recreativa.

 

Da Rádio Bandeirantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *