UFC economiza em prêmios bônus e apenas ‘Jacaré’ leva performance da noite

Lutas longas, quase sempre decididas pelos juízes e com uma certa dose de insatisfação da plateia, que por vezes vaiou as disputas mais mornas, o UFC 208, evento realizado no último sábado (11), contou com uma curiosa postura da organização do show, que “economizou” nos tradicionais prêmios bônus.

Se normalmente quatro competidores retornam para casa com os cheques de 50 mil dólares – dois como performances da noite e dois como protagonistas da melhor luta do evento -, desta vez apenas três deles garantiram o polpudo valor em suas contas bancárias.

Enquanto Jim Miller e Dustin Poirier foram eleitos como os astros da luta da noite, o brasileiro Ronaldo ‘Jacaré’ foi o único que mereceu atenção individual dos promotores do show. Afinal, o peso-médio (84kg) finalizou Tim Boetsch e garantiu a única luta da noite a não ir para a decisão dos jurados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *