Bolt rebate críticas e exibe exames para comprovar lesão

Bolt se despediu das pistas no Mundial de Londres deste mês

Após uma despedida decepcionante no Mundial de Atletismo de Londres, o jamaicano Usain Bolt rebateu críticas nas redes sociais de que teria fingido lesão na final do revezamento 4×100 metros, pela equipe da Jamaica, para evitar o constrangimento de finalizar a carreira com derrota.

“Geralmente eu não divulgo meus exames médicos para o público, mas infelizmente eu ouvi muitas pessoas questionando se eu estava realmente machucado”, declarou o velocista jamaicano, ao postar imagens de sua tomografia nas redes sociais. O exame confirmaria a lesão na perna esquerda.

“Eu nunca enganei meus fãs sob nenhuma forma nas competições e meu desejo era correr pela última vez, no Mundial, em nome deles. Agradeço ao apoio dos fãs. Agora vou descansar, me curar para seguir adiante, no novo capítulo da minha vida”, afirmou Bolt.

Bolt, contudo, decidiu desistir do desabafo. Minutos após fazer a crítica pública, ele deletou os posts, incluindo a imagem. E não se manifestou mais sobre o assunto nas redes sociais.

Aos 30 anos, Bolt se despediu das pistas no sábado ao disputar a final do 4x100m. A despedida foi frustrante para a torcida e para a equipe jamaicana porque o velocista sentiu cãibras no início do seu trecho e abandonou a prova, sentindo fortes dores.

Em Londres, Bolt disputou apenas duas provas. A anterior foi o tradicional 100 metros. Na final, o jamaicano não passou do terceiro lugar e teve que se contentar com a medalha de bronze, apesar do favoritismo. Nos 200m, que era sua especialidade, ele decidiu não competir para se poupar para o revezamento.

Band Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *