AGEAC quer suspender concessão da empresa de ônibus que pegou fogo

Direção da agência reguladora de serviços do acre afirma que dificilmente empresa PETROACRE vai continuar operando no estado, após ônibus pegar fogo no trecho entre Manoel Urbano e Sena Madureira existem três processos em andamento, passageiros relatam cenas de horror com o veículo em chamas

Dona valdina e o esposo estavam no ônibus da empresa PETROACRE que pegou fogo no trecho entre Manoel Urbano e Sena Madureira, ela conta que o veículo estava lotado e a maioria dos passageiros dormia na hora do incidente, a viagem era tranquila, quando em dado momento, o coletivo parou e na sequência a fumaça invadiu o corredor com as labaredas / o pânico tomou conta do ambiente

Ao tomar conhecimento do episódio a diretora presidente da agência reguladora de serviços públicos do acre, Mayara lima, deslocou uma equipe para apurar em que circunstâncias ocorreu o sinistro e o caso será levado para apreciação do conselho do órgão formado por 9 entidades de classe.

Mayara ressalta que a empresa vem apresentando problemas estruturais contínuos e que atualmente estão em curso três processos que podem culminar com a cassação da concessão, segundo a chefe da AGEAC, se dependesse dela, isso já teria acontecido a falta de segurança dos ônibus coloca em risco a vida das pessoas.

A AGEAC vai acionar a empresa juridicamente, essa foi a gota d’água foi dado todo tempo possível a empresa agora chegou no limite nada mais será tolerado.

Conversamos por telefone com o diretor de operações da empresa um homem identificado por Ricardo, ele contestou a versão dada pela direção da AGEAC.

Reportagem/ Ronaldo Guerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *