Publicado em 4 de setembro de 2013

Al Jazira produz documentário sobre a imigração haitiana no Acre

Na última segunda-feira, 2, o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) Nilson Mourão recebeu na sede da secretaria, a equipe jornalística da TV Al Jazira, a maior emissora de televisão do Catar, que inicia nesta semana, a produção de um documentário sobre a imigração haitiana no Brasil, onde a rota de acesso no país é o município de Brasileia.

NILSON Mourão fala sobre imigração haitiana para documentário para TV Al Jazira - Foto: Assessoria SejudhNILSON Mourão fala sobre imigração haitiana para documentário para TV Al Jazira – Foto: Assessoria Sejudh

Na oportunidade Mourão apresentou o histórico de ações promovidas pelo o governo do Acre em prol dos imigrantes haitianos desde 2010, quando iniciou o fluxo imigratório.

A rota imigratória, a intervenção de coiotes, os perigos da ilegalidade, a chegada à fronteira, o acolhimento, o processo de documentação para trabalhar no país, o aumento de imigrantes, a expectativa de reconstrução de vida e o incentivo a legalização em qualquer embaixada brasileira, foram alguns dos assuntos citados por Mourão em seu depoimento à equipe jornalística.

“A exibição deste documentário, em cadeia mundial, alertará sobre a sofrida rota imigratória percorrida pelos haitianos para chegar aqui no Acre e reforçar o compromisso do governo federal em prestar uma acolhida humanitária” relata.

O diretor da equipe jornalística, Rogério Soares explica que o objetivo do documentário está em retratar a realidade dos imigrantes no Brasil, através da visão de personagens que transformam e colaboram com a comunidade, e estes personagens serão Damião Borges, coordenador do abrigo em Brasileia e um imigrante haitiano, que ainda será selecionado.

O documentário será exibido para mais de dois milhões de expectadores pela a série Witness (Testemunha), transmitida em inglês e árabe pela TV Al Jazira em 2014.

 

Escrito por André Araújo

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)