Assaltante que fez rapaz de refém na saída de loja é um dos envolvidos no latrocínio da City Lar

O assalto frustrado aconteceu na tarde desta segunda-feira, em uma loja de cosméticos, no Centro da Cidade. Com a chegada da polícia, um dos assaltantes invadiu o estacionamento do Rio Branco Futebol Clube onde manteve uma pessoa refém sob a mira de uma arma de fogo.

Foram cerca de 40 minutos de ameaças, tensão, e negociações até o assaltante Fabriny da Silva Nogueira, de 27 anos, se entregar. Após fazer o jovem Tiago Pereira da Silva, de 20 anos, de refém, PIT BUL como é mais conhecido, só se entregou com a chegada do Delegado Alcino Ferreira.

Além de Fabriny, o PIT BUL, também participou da ação criminosa Jarilson Ferreira Portela, o Lágrima, que após trocar tiros com a polícia acabou preso. Esta foi a primeira ação conjunta da Polícia Civil com a Polícia Militar após o episódio na Delegacia de Flagrantes registrado no início do mês passado.

Na Delegacia Antiassalto da Polícia Civil, a ficha criminal revelou que PIT BUL, é um dos envolvidos no latrocínio, assalto seguido de morte, na Loja City Lar, que resultou no assassinato do Sargento Cleiton, em setembro do ano passado. Fabriny da Silva Nogueira é o comparsa do assaltante, que estava na moto.  Ele estava preso e conseguiu há poucos dias, uma licença para deixar o presídio.

A polícia apreendeu as duas armas, calibre 38 usadas pelos assaltantes, e também recuperou o dinheiro roubado da loja, boa parte em cheques, além das moedas levadas do caixa.

A prisão dos assaltantes não encerra o caso. A polícia vai investigar se existia uma terceira pessoa envolvida no assalto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *