Auxílio emergencial de r$ 300 reais terá regras mais duras

Auxilio emergencial terá regras mais duras novas parcelas serão pagas até 30 de dezembro o valor foi reduzido para r$ 300 reais só mães chefes de família receberão r$ 600 reais.

O governo publicou no diário oficial da união da última sexta feira a medida provisória 1.000 que estabelece o pagamento das quatro parcelas do auxílio emergencial, mas endureceu as regras para o recebimento, o valor das parcelas do auxílio emergencial residual será de r$ 300 reais.

A novidade nesse segundo lote é que, quem tem bens de valor superior a r$ 300 mil reais em 31 de dezembro do ano passado, quem mora no exterior ou presos em regime fechado foram excluídos do pagamento.

O calendário de pagamento ainda não foi divulgado, mas, de acordo com a medida provisória, todos os valores serão pagos até o dia 30 de dezembro.

o benefício no valor de r$ 300 reais, que pode chegar a r$ 600 reais no caso das mães solteiras chefes de família destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pelo coronavirus , serão pagas quatro parcelas de r$ 300 reais ou r$ 600 reais no caso das mães solteiras chefes de família.

Quem já é beneficiário do auxílio emergencial também vai receber o auxílio residual caso se enquadre nos novos critérios, recebe um ou outro, o que for mais vantajoso se a soma dos benefícios recebidos no bolsa família forem iguais ou maiores do que o valor do auxílio emergencial residual, recebe o bolsa família, no entanto, os recursos não sacados das poupanças sociais digitais abertas e não movimentados no prazo definido em regulamento retornarão para a conta única do tesouro nacional.

Reportagem/ Ronaldo Guerra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *