Boliviano com Covid-19 é detido enquanto fazia contrabando entre Cobija e Epitaciolândia

Um homem boliviano de 33 anos foi o último morador a testar positivo para Covid-19 na cidade de Cobija, capital de Pando, na Bolívia, após 38 dias sem nenhum novo caso da doença. Ocorre que, segundo o Serviço de Saúde de Pando, este mesmo homem teria feito – até o último final de semana- serviços de contrabando de produtos por rotas clandestinas entre Cobija e Epitaciolândia, cidade acreana.

Agora, conforme repassou o diretor do setor de saúde de Pando, Kuniaki Murakami, ao portal O Alto Acre, todo o operativo de epidemiologia está mobilizado para detectar possíveis contágios e evitar mais propagação do vírus.

As autoridades de Pando informam que o infectado está com saúde estável e isolado em sua residência. Todos os familiares também serão isolados. A saúde agora busca identificar o local em que ele tenha passado e que, possivelmente, possa ter se contaminado.

O secretário vem recomendando que os cidadãos mantenham a calma e tenham cuidados necessários e se caso saiam de casa, lavar as mãos, desinfetar suas casas e outras medidas de biossegurança, além de respeitar a quarentena, já que essa seria a melhor maneira de controlar a pandemia.

O último boletim da secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) aponta que Epitaciolândia tem 40 casos confirmados por infecção do coronavírus e nenhuma morte.

Cobija, então, chega com mais este caso a 13 resultados confirmados (5 homens de 8 mulheres), que estão se recuperando. Apenas um óbito foi confirmado pela doença. 104 casos foram descartados na cidade vizinha ao Acre, que está com 12 suspeitos, 5 contaminados e 7 altas médicas.

Com informações do Alto Acre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *