Publicado em 4 de setembro de 2013

Brincadeira com fogo termina com seis casas destruídas no bairro da Sobral

O incêndio começou por volta de 3h30 da tarde na tapeçaria de Genilson Correia. O tapeceiro conta que sem ninguém perceber, a filha dele de 5 anos apanhou um isqueiro e ateou fogo em pedaços de napas –, material de fácil combustão  e utilizado por ele para cobrir sofás.

Quando a esposa percebeu, o fogo já estava destruindo tudo. Só deu tempo de retirar as crianças. A família foi encaminhada para Cras do bairro da Sobral, onde vai receber assistência psicológica e social. Há cerca de cinco anos, um outro filho do tapeceiro, brincando com fogo, destruiu a empresa da família e outras três casas.

Além da tapeçaria no local também funcionava uma serralheria e um pequeno comércio que ficaram parcialmente destruídos. Ao todo as chamas consumiram seis imóveis. O subtenente Rufino do Corpo de Bombeiros disse que  apesar da equipe ter chegado rápido não deu pra salvar quase nada. Apenas impedir que o fogo se alastrasse para outras casas.

Ao tomar conhecimento da tragédia, o prefeito Marcus Alexandre saiu às pressas da Conferência Estadual do Meio Ambiente para prestar atendimento às famílias atingidas pelo sinistro. Ele disse que a prefeitura vai prestar todo apoio possível as vítimas do incêndio.

(Ronaldo Guerra)

 

 

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)