Publicado em 18 de agosto de 2017

Caçambeiros continuam parados e sede do Deracre continua interditada

Nove horas da noite de quinta-feira (17) foi o horário que os caçambeiros liberaram a saída dos funcionários do Deracre de dentro do prédio, isso depois de um pedido do prefeito Marcus Alexandre. Na manhã desta sexta-feira (18) eles fecharam novamente a entrada do prédio e os funcionários tiveram que deixar os veículos no acostamento da Via Chico Mendes.

O presidente do Sindicato dos Caçambeiros, Júlio Farias, disse que tentou uma negociação, mais não teve sucesso. O diretor presidente do Deracre, Cristovam Moura, disse que ligou para o presidente do sindicato e falou das consequências que o movimento pode causar.

Júlio Farias disse que a dívida do governo com a categoria chega a R$ 11 milhões, já o diretor do Deracre reconhece a dívida de mais de R$ 6 milhões. A categoria ameaça fechar outros prédios públicos a partir de segunda-feira (21) caso não houver negociação.

Simone Oliveira – Redação TV5

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)