Caçambeiros radicalizam e fecham a entrada do prédio do Deracre

Uma fila de caminhões se formou no portão de entrada do prédio do   Departamento Estadual de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre).

A paciência dos caçambeiros que prestam serviço para o estado acabou e eles resolveram radicalizar fechando a entrada principal da sede do Deracre, ninguém entrava e nem saia. Segundo o Presidente do Sindicato dos Caçambeiros, Júlio Farias, desde de  2015 que o salário da categoria está atrasado.

A dívida do estado com os 400 caçambeiros já chagou a R$ 8 milhões, foi feito uma negociação ano passado, onde seria pago R$ 300 mil por mês, apenas três parcelas do acordo foram pagas.

A liberação para o fluxo de veículos só ocorreu após uma negociação entre a categoria e o governo.

Simone Oliveira – Redação TV5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *