Casa de Acolhimento vai ajudar população em situação de rua na capital

A prefeitura de Rio Branco, através da Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (SEMCAS), realiza um importante trabalho em nossa cidade e que será dinamizado a partir do funcionamento, no mês de março, da Casa de Acolhimento, que ficará localizada no bairro Cidade Nova, próxima a Praça da Juventude.
Na manhã de sexta-feira, 20, o prefeito Marcus Alexandre, acompanhado das secretárias de Cidadania e Assistência Social, Dôra Araújo e Ana Cláudia Cunha, de Obras Públicas, realizou uma vistoriou a construção da unidade, que terá capacidade para abrigar trinta pessoas de uma única vez. A Casa de Acolhimento está sendo erguida com recursos do governo federal, através de emeda parlamentar alocada ao OGU pelo ex-deputado federal Henrique Afonso e contrapartida do município.
De acordo com a secretária Dôra Araújo, das trinta vagas disponíveis na Casa de Acolhimento, vinte serão destinadas aos homens e dez vagas para mulheres. A nova unidade irá se juntar ao trabalho que já é realizado pela prefeitura de Rio Branco em parceria com entidades como a Jocum e Gileade.
Atualmente, segundo levantamento da secretaria de Cidadania e Assistência Social, existem em Rio Branco cento e nove pessoas em situação permanente de rua e outras cinquenta e oito em situação transitória de rua (quando o indivíduo passa o dia na rua e à noite vai para de parentes e/ou de amigos).
Dessa população permanente de rua, noventa e nove pessoas são do sexo masculino e dez do sexo feminino. No ano passado, a prefeitura de Rio Branco, através da SEMCAS, conseguiu fazer o encaminhamento de volta às casas de dezoito pessoas, inclusive para muitos Estados e dois desses indivíduos para países vizinhos como o Peru.
A Casa de Acolhimento, além de ser um espaço onde as pessoas em situação permanente de rua encontram um local para passar o dia, também terão a possibilidade de fazer cursos do PRONATEC, o que irá facilitar a inserção no mercado de trabalho.
Secre. Dora_Araujo“Outro ponto importante da Casa de Acolhimento é que essas pessoas, através do trabalho desenvolvimento pela prefeitura de Rio Branco via secretaria de Cidadania e Assistência Social, terão a possibilidade de voltar a integrar o seio familiar e serem reinseridas no convívio social”, explicou a secretária Dôra Araújo.
“Viemos aqui no bairro Cidade Nova vistoriar o andamento das obras da Casa de Acolhimento que vai receber pessoas em situação de vulnerabilidade social e a população de rua na nossa cidade. Essa unidade está sendo construída para desenvolver um importante trabalho social que já é realizado em parceria com instituições religiosas como a Jocum e a Gileade”, afirmou o prefeito Marcus Alexandre.

Da Assessoria
Fotos: Assis Lima/Asscom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *