CNH falsificada é apreendida durante blitz em Brasileia

As operações de fiscalizações, também conhecidas como blitzes, são realizadas para contribuir com a segurança no trânsito e na sociedade. Elas colaboram de forma significativa para combater não só as mortes no trânsito, mas também a violência de forma geral. Numa operação realizada nesta quinta-feira, 22, no município de Brasileia em parceria com a polícia militar, foi flagrado um homem portando Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsificada.

A diretora-geral do Departamento Estadual de Trânsito explica que pessoas não conseguem tirar a habilitação pelo trâmite legal, tendem a colocar sua vida e a de outras pessoas que frequentam as vias públicas em risco, pois não estão capacitadas para dirigirem. “Geralmente essas pessoas não passam nos exames teóricos ou práticos e recorrem a meios fraudulentos para circularem por aí. Felizmente nossas equipes estão atentas a isso”, diz.

As pessoas que adquirem CNHs falsas, ao serem abordadas em blitz, são encaminhadas à delegacia de polícia, para responder pelo crime de falsificação de documento público, conforme artigo 297 do Código Penal. Na esfera administrativa, o infrator é autuado por conduzir veículo sem possuir habilitação, devendo pagar multa de R$ 574,62.

Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *