Comunidade da Transacreana Reclama da Demora do Ônibus.

A comunidade da estrada transacreana vem reclamando diariamente do descaso da empresa de ônibus, que não respeita o horário, para transportar os passageiros. A situação piorou, com a pandemia do novo coronavirus, os moradores passam até dois dias sem o transporte coletivo.

Seu Raimundo Silvestre da Silva, 74 anos de idade mora na estrada transacreana, a mais de 35 anos. Segundo ele, durante todo esse tempo enfrentou problema com o ônibus, mas agora, a situação se agravou ainda mais. No início da semana, segunda e terça-feira, não teve ônibus para a comunidade. Ele disse que já tomou conhecimento, que a empresa responsável pelo transporte de passageiros vai cancelar a linha.

Esse ônibus antigo pertence ao empresário Zé Andrade, que tem negócio e mora na transacreana, é esse ônibus que está fazendo o transporte da população. Nesse documento enviado pela própria empresa, que opera a linha 605 consta os horários, dias uteis/sábado e domingo. Saída do terminal 05:00 da manhã, saída da parada final 07:00 horas. Às 11:00 saída do terminal, com saída da parada final às 13:00. Última viagem do coletivo, 19:00 saída do terminal, com saída da para da final 20:30, mas, nada disso vem sendo respeitado pela empresa.

Ana Vera faz parte da associação de moradores da vila Manoel Marques, segundo ela, é um problema sério, que precisa ser resolvido.

Reportagem/ Demóstenes Nascimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *