Condenado a 40 anos por homicídio e cinco traficantes são presos na operação Impactus

hermilsonHamilson Silva Oliveira, 41, foi preso nesta segunda-feira, 8, pela Polícia Civil. Ele é sentenciado a 40 anos de prisão por crime de homicídio, mas estava foragido da justiça, fazia tempo.

A prisão do assassino se deu durante a 10ª edição da operação Impactus, decorrente de uma investigação da 4ª Regional de Polícia (Tucumã), área onde aconteceu a ação policial.

Consta no inquérito instaurado para apurar os fatos, que em 2010, sem oferecer chance de defesa às vítimas Hamilson Oliveira matou Raimundo Nonato Brás, e alvejou com disparos de arma de fogo, Leilane Souza do nascimento.

O crime aconteceu nas imediações da Escola Luiza Batista, no bairro Esperança. Ao todo oito pessoas foram presas, sendo uma adolescente apreendida por tráfico.

Na Impactus 10 também foram presos Francisco Antônio Vicente de Souza, 19, o Bilau e Jeferson Lima da Silva, 23, que segundo a polícia, fazem parte de uma quadrilha especializada em furtar e roubar residência, na capital.

Entre os crimes atribuídos ao bando consta um praticado no dia 28 de agosto, contra Luana Souza de Freitas, de 15 anos, morta com um tiro no tórax. Na mesma ação os bandidos balearam Aldeci de Freitas, Lucas de Freitas, de 18 anos, (pai e irmão da jovem).

Conforme a polícia, Bilau e Jeferson não teriam participação no latrocínio da Rua Aquarela, Bairro Conquista. No local, a menina Luna foi covardemente assassinada.

A dupla seria parceiros de Wellington Souza Lima, 20, preso na operação Aquiri, que segundo informações do próprio Bilau, Welington é namorado de sua irmã. Seria, crime em família.

  “A Polícia Civil utiliza estrategicamente a força do Estado para sufocar o tráfico de entorpecentes no Acre”, observou o delegado Roberth Alencar, referindo-se a operação Impactus que chegou a 10ª edição.

Assessoria

bilau impactus3 (1) impactus2 (1) impactus1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *