Corpo de jovem é encontrado em cova rasa na sede do SINPOL

O corpo do jovem Luiz Gustavo silva rocha de 19 anos, que estava desaparecido desde o último final de semana foi encontrado no início da tarde desta quarta-feira, na sede social da polícia civil, localizada na região da Vila Acre.

O mal cheiro exalado de dentro da sede social do sindicato da Polícia Civil, Chamou a atenção de vizinhos. A Polícia Militar foi acionado e encontrou um cadáver. O corpo estava numa cova rasa, próximo ao muro e coberto pelo mato, o que dificultou a localização. A área foi toda isolada para o trabalho de peritos do Instituto de Criminalística a primeira ação foi retirar o corpo que estava em uma cova rasa.         Depois os peritos colheram vestígios e fizeram uma inspeção no cadáver.

O perito criminal Pedro Borges disse a vítima apresentava lesões de arma branca. Ainda no local a vítima foi identificada, Trata-se do jovem Luiz Gustavo Silva da Rocha de 19 anos, que segundo informações trabalhava como diarista.

Pela situação do cadáver, os peritos confirmaram que a Luiz Gustavo foi torturado. Ele teve as mãos e os pés amarrados para trás antes de ser executado a golpes de faca. O cadáver estava no local há pelo menos 48 horas, a conclusão é do perito criminal Lazaro Silveira.

O corpo foi resgatado e encaminhado ao Instituto Médico Legal de Rio Branco, Investigadores da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil, estiveram no local colhendo informações. A sede campestre dos policiais civis, localizada na Vila Acre, está abandonada há mais de um ano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *