Delegado e agente responderão ação penal por suspeita de cobrar para ‘ajudar’ vítima de furto

O delegado de Polícia José Obetânio dos Santos e o agente Francisco Marcos Aragão Farias, vão responder ação penal pelo crime de corrupção passiva. A decisão é do juiz da 4ª Vara Criminal de Rio Branco Cloves Augusto Alves Cabral, que recebeu denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual contra o delegado e o policial.

Consta no inquérito instaurado pela Corregedoria Geral de Polícia Civil, que no dia 15 de novembro de 2017, nas proximidades da Delegacia da 1ª Regional na Cadeia Velha, os réus foram procurados por uma vítima que teve um caminhão furtado em Rio Branco e, teriam solicitado R$ 1.500 para levantar informações sobre o paradeiro do veículo, que possivelmente estaria na cidade de Envira, no Amazonas.

Fonte/juruaemtempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *