Publicado em 10 de setembro de 2013

Durante pescaria, ribeirinhos encontram ninhada de peixe elétrico; veja várias fotos

Ribeirinhos que realizavam uma pescaria no chamado lago do urubu, as margens do rio Iaco, localizaram uma ninhada de peixe elétrico, os conhecidos poraquês. Os peixes foram capturados, mas em seguida devolvidos ao seu habitat natural.

Fotografias clicadas pelo documentarista Jota Cavalcante mostram uma ninhada inteira capturada através de uma rede de pesca. Apesar de a espécie possuir uma poderosa descarga elétrica, os pescadores não foram atingidos, mas tomaram um susto quando os poraquês surgiram na rede.

Ao todo foram pescados 13 peixes da referida espécie, sendo 12 filhotes e um grande, que apareceram em meio a outros peixes do lago. Ao avistarem os peixes elétricos, os ribeirinhos tiveram cautela e conseguiram sair da água sem ser atingidos, mas, segundo especialistas, os referidos peixes são extremamente perigosos e sua descarga pode matar a pessoa atingida.

De acordo com Jota Cavalcante, responsável pelas fotografias, o lago apresenta pouco volume de água, e a sobrevivência dos mesmos está sendo ameaçada. “É uma espécie que em geral vive nos lagos, e como o lago do urubu deve secar com a força do verão amazônico, eles poderão morrer, principalmente os filhotes”, observa.

 

Aldejane Pinto, com fotos de Jota Cavalcante.

Deixe seu comentário

Mensagem (Obrigatório)