Em parceria com o Amazonas, Acre garante sistema de controle de obras a custo zero

Visando a modernização da elaboração de projetos e para dar celeridade à execução das obras públicas, o governo do Estado vem investindo na implantação de ferramentas tecnológicas capazes de otimizar o serviço entre equipes, executar tarefas e integrar informações necessárias sobre qualquer obra pública com maior precisão e rapidez.

Nesta última semana, entre os dias 8 e 11 deste mês, equipes das secretarias de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Desenvolvimento Urbano e Regional (Sedur) e de Planejamento (Seplag), se deslocaram até Manaus, no Amazonas, para conhecer as funcionalidades do sistema de gestão de obras, utilizado pelos órgãos de infraestrutura do estado vizinho.

As equipes foram recepcionadas pelo secretário de Estado de Infraestrutura do Amazonas, Carlos Henrique Lima, e também por técnicos e engenheiros de obra, que apresentaram os benefícios da implantação do sistema informatizado bem como dos fluxos de processos usuais da secretaria.

“A troca de experiência com secretarias de outros estados é importante para que possamos entender no que podemos melhorar ou evoluir na elaboração de projetos e na execução de obras em nosso estado. O Amazonas, especificamente, possui características muito peculiares e parecidos com os do Acre e, portanto, podemos trazer essa modernização para nossa realidade. A visita com certeza foi muito produtiva”, disse o diretor técnico da Sedur, Jander Nobre.

O uso de um sistema de gestão de obras aprimora a comunicação e a troca de informações entre as equipes, atualmente imprescindível para um gerenciamento estratégico da gestão pública. O método ajuda a controlar a gestão das equipes e de sua jornada de trabalho, auxilia no processo construtivo, na qualidade do serviço, na redução de custos com assistência técnica, entre muitas outras funcionalidades.

“O governo do Estado Acre, em parceria com o estado do Amazonas está trazendo, a custo zero, o sistema de controle e gerenciamento de obras. Essa ferramenta é muito importante pois concentra todas as informações de uma obra num sistema que pode ser acessado por várias instituições de controle e fiscalização, a qual precisamos manter uma comunicação rápida ou seja, além de dar transparências às obras públicas, teremos melhoria e dinamização dos serviços”, finalizou Ítalo Medeiros, secretário de Infraestrutura do Acre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *