Estado Maior do Corpo de Bombeiros apresenta resultados e projetos ao governador Gladson Cameli

Durante visita ao Comando-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Acre (CBMAC), em Rio Branco, o governador Gladson Cameli tomou conhecimento, nesta quinta-feira, 24, do relatório de atividades desempenhadas desde 2019 pela corporação, além dos projetos que visam melhorar e ampliar a estrutura da instituição.

Na gestão de Gladson Cameli, o CBMAC tem sido tratado com prioridade e já recebeu uma série de investimentos com a valorização de seus servidores, além da compra de equipamentos e veículos para realizar as mais diversas missões. Destaque para a chegada de novas viaturas, autobomba-tanque, barcos de alumínio, fardamento completo e materiais de busca e salvamento.

Outros avanços alcançados são a implantação de novos colégios cívico-militares em Rio Branco e Cruzeiro do Sul, portarias de criação do canil e do quartel de referência para incêndios florestais, abertura da turma de 20 novos oficiais combatentes, início do planejamento estratégico, formatura com 130 reservistas e aperfeiçoamento dos projetos, Nadando com os Bombeiros e Guardião de Piscina.

O governador Gladson Cameli parabenizou o CBMAC pelos resultados obtidos e, mais uma vez, demonstrou seu apreço pelos militares que muitas vezes arriscam suas próprias vidas para que outras sejam salvaguardadas. O gestor comentou ainda que não vem medindo esforços para reestruturar o Corpo de Bombeiros e prestigiar seus valorosos profissionais acreanos.

“Sei o quanto estes guerreiros são importantes para a nossa sociedade. Para eles, missão dada é missão cumprida. Como governador, sei das dificuldades que eles enfrentam e tenho procurado fazer tudo o que é possível para valorizá-los e dar as melhores condições de trabalho possíveis”, pontuou Gladson.

A apresentação contou com a presença dos integrantes do Estado Maior e foi conduzida pelo comandante-geral da corporação, coronel Carlos Batista.

Projetos de melhoria para o CBMAC são expostos ao governador

O maior gargalo enfrentado pela instituição diz respeito ao baixo efetivo. Atualmente, são 483 militares na ativa e a perspectiva para o próximo ano é de que chegue a 428 profissionais. De acordo com Batista, enquanto o quadro de pessoal reduz, as ocorrências seguem aumentando. A proposta de realização de novos concursos públicos e a contratação temporária de servidores foi sugerida ao governador Cameli.

A construção de bases aéreas e hangares, postos avançados em todos os aeródromos do estado, canis em Rio Branco e Cruzeiro do Sul, torre de treinamento operacional, tanque de mergulho de 8 metros de profundidade, novo quartel do Comando-Geral, nova estrutura da Policlínica do CBMAC, serviço de resgate, reforma de todos os quartéis, implantação do projeto Bombeiros Mirins nos 22 municípios estão entre os principais projetos idealizados pela corporação.

“O Corpo de Bombeiros é uma instituição que comporta eixos importantes, como meio ambiente, saúde, educação e segurança pública. Por isso, precisamos ampliar e melhorar nossa estrutura para que possamos dar continuidade à prestação dos nossos serviços à população. O governador tem visto os nossos projetos com bons olhos e tenho certeza que o Corpo de Bombeiros será uma instituição ainda mais forte nos próximos anos”, afirmou coronel Batista.

A reunião contou com a presença do subcomandante da instituição, coronel Charles Santos; do diretor de Logística, Patrimônio e Finanças, tenente-coronel Alzerino Fontes; do controlador interno, tenente-coronel Eudemir Bezerra; do diretor de Planejamento, coronel Cleyton Almeida; do subcorregedor-geral, tenente-coronel Valdiane Ferreira; do coordenador-adjunto da Defesa Civil estadual, tenente-coronel Éden Santos; e do procurador-geral do Estado, João Paulo Setti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *