Galo vence o Tigre e reassume a ponta

Com um gol do estreante Juliano César, o Atlético Acreano retomou a liderança do Campeonato Acreano Chevrolet. Na noite desta terça-feira, no estádio Arena da Floresta, o time celeste derrotou o Plácido de Castro, por 1 a 0.

Com a vitória, o Galo Carijó chegou aos 15 pontos na tabela de classificação, dois pontos a mais que o vice-líder Rio Branco FC. Por outro lado, o Tigre do Abunã manteve a terceira posição, com 09 pontos.

Próximos jogos

No próximo domingo (20), às 16h, no estádio Florestão, o Galo retorna a campo para enfrentar o Andirá EC. Na partida de fundo, às 18h, será a vez o Plácido de Castro reviver à final do Estadual do ano passado contra o Rio Branco FC.

Créditos: Manoel Façanha

Jogo

Com as duas equipes bem dispostas, o jogo foi “quente” e bem disputado. O Plácido de Castro era mais objetivo e criava as melhores oportunidades de gol.

De tanto pressionar, após finalização do ataque do Tigre, o zagueiro celeste Diego cortou com o braço. O árbitro Carlos Santos marcou a infração, mas não deu a penalidade como reclamou os jogadores do Tigre do Abunã. Depois de muita reclamação, o meia Douglas cobrou com violência, mas a bola ficou no corpo do companheiro de equipe Rogério.

Numa bola parada, ainda no primeiro tempo, o atacante Sandro Goiano perdeu outra grande oportunidade para o time do Abunã, ao testar a bola para fora do gol celeste.

Na etapa complementar, o técnico celeste Zé Marco mandou a campo o atacante Juliano César no lugar de Gessé.

No primeiro grande momento do estreante, logo aos 2 minutos, ele deixou Neném em condição de abrir o placar, mas o meia chutou à direita do goleiro Darlan. Susto!

Dois minutos depois, o lateral direito Ley arriscou o chute de fora da área. O goleiro Darlan usou o peito para evitar à queda da baliza.

O Galo era bem melhor no retorno dos vestiário. O Plácido de Castro tinha dificuldade para reorganizar a equipe e evitar a pressão do celeste. No entanto, o técnico Carlinhos Minaçu ainda acabou perdendo o lateral direito Davi, expulso, aos 10 minutos.

Um minuto depois, o Galo aproveitou da vantagem numérica de jogadores em campo para abrir o placar. Neném fez ótima jogada pelo lado esquerdo e centrou na cabeça Juliano César. O artilheiro não perdoou e mandou para a rede.

Sem forças para reagir, o Tigre quase ainda levou outros dois gols. Numa jogada aérea, aos 22 minutos, Ailton, sozinho, perdeu grande oportunidade de ampliar a vantagem. Outra boa chance celeste ocorreu aos 44 minutos. O atacante Juliano César invadiu a área placidiana, mas acabou errando a conclusão.

SÚMULA

Atlético 1 x 0 Plácido

  • Local: Estádio Arena da Floresta
  • Árbitro: Carlos Santos
  • Assistentes: Roseane Amorim e Gladson Guerreiro
  • CA: Davi, Zé Nilton, Renatinho e Joel (PC); Vilson e Ley (AA)
  • GOLS: Juliano César (AA)

ATLETICO: Máximo, Ley, Diego, Marquinhos (Ceildo) e Esquerdinha, Araújo Vilson, Ciel e Neném (Ismael); Ailton e Gesse (Juliano César).

Técnico: Zé Marco

PLÁCIDO: Darlan, Davi, Gilson, Gato e Dênis (Renan Plácido); Zé Nilton (Irís), Rogério (Ismael), Joel, Renatinho e Douglas; Sandro Goiano.

Técnico: Carlinhos Minaçu

Por Manoel Façanha – Portal Grande Área.NET

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *