Gladson Cameli assina lei que cria o Instituto de Gestão de Saúde do Acre

Mais que uma promessa, foi uma garantia que se houvesse uma solução efetiva para resolver a situação dos servidores do Pró-Saúde –, imbróglio que se arrastava desde a gestão passada, o governador Gladson Cameli o faria. A palavra do chefe do executivo foi cumprida na manhã desta segunda-feira, 16, durante a entrega oficial do hospital de campanha de Rio Branco, com a assinatura da lei que oficializa a criação do Instituto de Gestão de Saúde do Acre (Igesac), em substituição ao Pró-Saúde.

Para o governador, neste momento de maior desafio para a saúde pública, diante da pandemia pelo novo coronavírus, garantir a permanência de mais de mil profissionais em seus postos de trabalho, que passarão a integrar o Igesac, reflete no compromisso e dedicação do governo do estado com a população acreana e com os profissionais que estão na linha de frente das ações de enfrentamento e combate à Covid-19.

“Nosso governo também busca cuidar daqueles que se dedicam a cuidar e salvar vidas. Valorizando e reconhecendo a importância que tem os profissionais da nossa saúde Hoje, além da inauguração desse hospital, teremos a honra de oficializar a criação do Instituto de Gestão de Saúde do Acre. Quero aqui agradecer a Aleac, todos os deputados estaduais, não apenas por isso, mas por todos os projetos que encaminhamos, pois eu precisava cumprir e assegurar o trabalhador do Pró-Saúde, de que ele não iria mais dormir com a dúvida se ia ser demitido ou não. E aqui, cabe a mim, depois de tranquilizá-los com a criação do novo instituto, tentar melhorar as condições dos nossos servidores. Isso pra mim é um reconhecimento do nosso compromisso e dever com os profissionais da saúde”, discursa Cameli.

A solenidade de inauguração do Hospital de Campanha de Rio Branco, com abertura do atendimento ambulatorial de pacientes com Covid-19, no Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into), contou com a presença de várias autoridades locais e do ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, que a convite do governador Gladson Cameli, veio ao Acre exclusivamente para participar da inauguração do hospital –, uma oportunidade para fortalecer ainda mais, junto ao governo federal, o apoio às ações de enfretamento da doença no estado.

“Tenho que agradecer a agilidade e o compromisso do ministério da Saúde no atendimento aos pleitos que temos feito pelo nosso estado. Essa visita do ministro será muito importante ainda para que ele veja e conheça a nossa real situação e tenho certeza que isso fará com que o governo federal nos ajude ainda mais no enfrentamento do coronavírus”, afirmou Cameli.

O Instituto de Gestão de Saúde do Acre traz mudanças pontuais em benefício aos servidores e, principalmente, aos cidadãos que utilizam os serviços de saúde pública do Acre. A alteração na lei traz ajustes importantes para garantir direitos aos servidores que farão parte do Igesac, Inclusive, antes da aprovação do instituto, foram realizadas audiências públicas com sindicatos e representações ligadas ao sistema de saúde do Estado.

O secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene, afirma que a criação do Instituto dará melhores condições de trabalho os profissionais que hoje compõem o Pró-Saúde e que passarão a integrar o Igesac. “Um dos benefícios é a melhoria da qualidade no número de atendimentos dos usuários do Sistema Único de Saúde”, pontua o secretário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *