Gladson entrega mais de 2 mil cestas básicas em Tarauacá

Dona Maria das Dores da Silva foi uma das 309 pessoas contempladas com a entrega de cestas básicas doadas pelo Governo do Estado neste sábado, 18, no Instituto São José, em Tarauacá. Mãe de quatro filhos e beneficiária do programa Bolsa Família, ela revelou que a ajuda chegou em boa hora.

“Essa ajuda chegou em boa hora, principalmente para as famílias mais carentes e humildes. Quero agradecer ao governador por essa doação e vai ajudar no sustento dos meus quatro filhos”, revelou a dona de casa.

Outra beneficiada foi Francisca Celiane. Segundo a dona de casa, a ajuda chegou no momento em que várias famílias estão precisando. Chefe de família, ela é a principal responsável pelo sustento dos quatro filhos.

“Muitas famílias estão sem condições financeiras para comprar comida e esse sacolão já é um alívio para colocarmos comida nas nossas mesas. Tenho só que agradecer essa ajuda do governador Gladson Cameli”, pontuou.

Ao todo, mais de 2,2 mil cestas básicas foram distribuídas em 6 escolas públicas de Tarauacá. Com a suspensão das aulas na rede pública, os alimentos da merenda escolar foram convertidos em doação para famílias de baixa renda. A ação integra ainda o conjunto de medidas adotado pelo governo acreano devido à situação de emergência causada pela pandemia do novo coronavírus.

Em suas palavras, o governador demonstrou sua preocupação com as famílias acreanas. Enfatizou que o momento pede a união de todos e disse que a entrega dos alimentos faz parte dos esforços para minimizar a crise provocada pela baixa na economia.

“Tenho muito respeito pelo município de Tarauacá e fiz questão de estar presente nesta entrega de sacolões para as famílias mais necessitadas. Sabemos da importância da distribuição de alimentos neste momento de crise, e o governo tem feito tudo que pode para ajudar a nossa população”, afirmou.

Ele destacou que jamais imaginou que o mundo iria paralisar, como está acontecendo há dois meses. “Isso prova que devemos nos unir e lutarmos juntos para que o corona passe e a vida continue. Gostaria de pedir para que a população fique em casa, se puder. Além disso, vamos lavar bem as mãos e manter os cuidados com a higiene. É agindo desse jeito que nós vamos vencer esse inimigo invisível”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *