Gladson fala em manter decreto até dia 15 de junho e descarta lockdown

O decreto de quarentena por conta da covid-19 no Acre deve ter mais uma prorrogação até o dia 15 de junho antes da reabertura gradual do comércio e o retorno de atividades até o momento proibidas.

O governador Gladson Cameli disse que a estrutura hospitalar em construção no Estado para atender pacientes com coronavírus deve dar mais garantias sobre o retorno das atividades.

Cameli afirmou que após a inauguração dos dois hospitais de campanha, o de Rio Branco e o de Cruzeiro do Sul, o Estado contará com 200 leitos prontos para receber pacientes com covid-19.

“Vou começar a flexibilizar alguns setores de acordo com a situação de cada município. Por quê? Porque o trabalho foi feito e a população está informada. Se nós tivermos o aumento no número de leitos, como estamos planejando, e se continuar a quantidade de curados como está ocorrendo, nós vamos ter a segurança de poder flexibilizar para que as pessoas voltem gradualmente com segurança o seu ritmo de trabalho. ”

Lockdown

O governador Gladson Cameli não acredita em catástrofe e descarta, pelo menos agora, um bloqueio total (lockdown).

Ele recorda, porém, que vai precisar do auxílio das instituições, como Ministério Público e Judiciário, para promover a retomada das atividades.

“Nós já temos mais ou menos um espelho do que vai acontecer. O que a gente precisa é criar uma segurança para a sociedade no número de leitos disponíveis e testando a reabertura das atividades com cuidado. Eu remédio não trabalho com a possibilidade de catástrofe. ”

Informações Notícias da Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *