Governador recebe grupo empresarial interessado em investir no Acre

A convite do deputado Luiz Gonzaga, um grupo de empresários de São Paulo veio ao Acre para conhecer a economia local e as oportunidades de investimentos na área de produção. O grupo foi recebido pelo governador Gladson Cameli em seu escritório particular, na manhã desta terça-feira, 22, que deu carta branca para que a iniciativa privada comece a gerar emprego e renda em solo acreano.

Lembrando que o estado faz fronteira com países andinos e, ainda, que a ponte sobre o rio Madeira passará a funcionar já no final do ano, Gladson destacou que o investimento no estado é promissor e que fará todo o esforço necessário para acabar com burocracias.

“O estado tem muito a oferecer a quem porventura quiser investir aqui e dou carta branca, todo apoio necessário, pra que gerem emprego e renda. O Acre tem grande estrutura implantada que poderia estar muito bem sendo processada e revendida aos estados e países vizinhos, que pode e deve ser utilizada. Estamos aqui dispostos a recebê-los”, disse o governador.

Atuando no ramo de piscicultura há muitos anos, o empresário Jurandir Ramos é do interior de Bauru, São Paulo. Tem empreendimentos implantados em vários estados e vê o Acre como uma boa oportunidade para investimentos. “Fomos muito bem recebidos pelo governador Gladson Cameli e para minha atividade que é piscultura, vejo uma boa oportunidade para negócios. Vamos estudar um pouco mais, mas já recebemos boas referências, senti segurança e em breve acredito que teremos boas notícias para o estado”, finalizou Jurandir.

Com um complexo formado por centro de alevinagem, frigorífico e fábrica de ração, a Peixes da Amazônia está parada. Tem capacidade de processar até 10 toneladas de pescado. É um dos empreendimentos mais modernos do país e está localizado às margens da BR-364, em Senador Guiomard. Para o deputado Luiz Gonzaga,  com o investimento correto, a iniciativa privada poderá ter o retorno pretendido, aproveitando a capacidade de produção.

“Convidamos esse grupo de empresários para vir ao Acre trocar experiências e conhecer novas oportunidades. A Peixes da Amazônia está parada, tem grande capacidade de processamento e pode voltar a gerar emprego e renda em nosso estado. A ideia é que eles assumam esse empreendimento e levem nossa marca mundo a fora. Já são grandes empresários e o estado tem muito a oferecer”, finalizou Gonzaga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *