Homem que matou os pais a facadas em Sena é transferido para Rio Branco


Alisson Vieira de Araújo, conhecido por Téo, preso desde o dia 12 de setembro deste ano, acusado de assassinar os pais, Diva Vieira de Araújo e Durval Batista de Araújo, 75 e 78 anos, respectivamente, recebeu encaminhamento para uma Ala psiquiátrica de um presídio da capital acreana.
A transferência se deu na manhã desta quinta-feira (03), pela escolta penitenciária do presídio Evaristo de Moraes, de Sena Madureira. Segundo a família, Téo enfrenta transtornos mentais desde criança, tendo se agravado nos últimos anos, a ponto de surtar e esfaquear e matar os pais, na casa onde moravam na Travessa Otávio Aquino, na conhecida Baixada da Galinha, no mês passado.
Horas depois do crime, o homem foi preso pela polícia militar e chegou a comentar com os militares que matou pai e mãe a pedido de um cachorro. Ao ser preso, ele estava caminhando e totalmente despido.
Como não existe Ala psiquiátrica no presídio de Sena Madureira, onde deveria ficar internado, Téo recebeu encaminhamento judicial para a capital acreana, onde será submetido ao tratamento psiquiátrico.
No período em que permaneceu no presídio local, o acusado ofereceu resistência para tomar o remédio que o mantém controlado. De acordo com informações, a equipe de segurança acionava alguns agentes que o conhecem desde criança para convencê-lo a tomar o remédio diário.
A família do mesmo acompanha e oferece apoio a equipe psicossocial encarregada de cuidar dele. Em Sena, Téo ficou isolado em uma cela para ter sua integridade física preservada.
Aldejane Pinto, do Radar 104





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *